• Valemobi

Ânima anuncia oferta restrita de ações que pode movimentar até R$ 1,1 bilhão

A Ânima Educação informou na madrugada desta terça-feira, 24, que vai realizar uma oferta pública primária de ações com esforços restritos (follow on). De acordo com a empresa, o objetivo da operação é financiar parte da aquisição de ativos do Grupo Laureate no Brasil.


Segundo seu fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia pretende vender, inicialmente, 27 milhões de papéis ordinários. Considerando o valor de fechamento das ações na véspera, de R$ 31,15, a operação pode movimentar R$ 841 milhões.


Contudo, a oferta poderá ser acrescida em até 35%, ou seja, 9,45 milhões de ações, chegando ao montante de R$ 1,135 bilhão – caso os ativos sejam comprados integralmente.


O processo de bookbuilding será encerrado no dia 3 de dezembro, junto com a precificação dos ativos. Enquanto isso, as novas ações da Ânima começarão a ser negociadas na B3 em 7 de dezembro, com liquidação dos papéis um dia depois.


O follow on será coordenado pelos bancos Bradesco BBI, Santander, UBS BB, Itaú BBA e J.P. Morgan.


Grupo Laureate


Em disputa com a Ser Educacional, a Ânima Educação conseguiu sair vitoriosa pelos ativos do Grupo Laureate, companhia norte-americana que atua em uma rede global de instituições acadêmicas privadas, com nomes como Anhembi Morumbi e FMU.


O que é bookbuilding?


De um modo resumido, o bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado.


Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital ou fazer novas ofertas deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou novas ofertas (follow on). Leia mais.


Posts recentes

Ver tudo