• Valemobi

Congresso dos EUA aprova plano de estímulo de Biden de US$ 1,9 tri

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, 10, um dos maiores planos de estímulos econômicos da história norte-americana. O plano conta com US$ 1,9 trilhão.


Proposto pelo presidente do país, Joe Biden, o projeto tem por objetivo auxiliar as famílias e empresas que foram afetadas durante a pandemia do Covid-19.


Trata-se do terceiro auxílio aprovado desde o início da pandemia, elevando para US$ 5 trilhões o total gasto pelo Governo dos EUA em programas de ajuda econômica.


Na votação na Câmara baixa, somente um democrata se aliou aos republicanos, partido do ex-presidente Donald Trump, e foi contrário ao pacote. Tal conjuntura mostra que a polarização permanece forte em Washington.


Desse modo, a proposta depende somente da assinatura de Biden, que pretende sancioná-la na sexta-feira, 12, para ser aprovada.


As principais medidas estabelecidas pelo texto são cheques diretos no valor de US$ 1.400 para os americanos que recebem menos de US$ 75 mil por ano, prolongação do seguro-desemprego até setembro, apoio de US$ 360 bilhões aos governos estaduais e locais e de US$ 25 bilhões ao setor gastronômico.