• Valemobi

Diretora-gerente do FMI ressalta para grandes economias ajudarem países pobres, diz agência

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, destacou nesta quarta-feira, 9, que as grandes economias do mundo devem ajudar os países mais pobres a superar a crise financeira provocada pela pandemia de Covid-19, aponta a Agência Estado.


“Assim, evitamos que as cicatrizes sejam profundas e, possivelmente, levem a uma mudança irreversível nas tendências de crescimento”, disse Georgieva durante um webinar promovido pela entidade.


“Temos de pensar no acesso ao financiamento, em escala proporcional às necessidades dos países”, acrescentou. “Os países de alta renda conseguem gastar 20% do Produto Interno Bruto (PIB) para sair da crise, enquanto os países de baixa renda, só 2%”.


Ainda de acordo com a diretora-gerente do FMI, a distância das crianças da escola neste ano, por conta das medidas de isolamento social para combater a disseminação do vírus, deve ampliar a desigualdade social do planeta. Por isso, esse fator deve ser acompanhado pelas autoridades competentes.