• Valemobi

Incêndio atinge maior fabricante de vacinas do mundo, na Índia

Um incêndio atingiu nesta quinta-feira, 21, um prédio na sede do Instituto Serum, na Índia, o maior fabricante de vacinas do mundo. A entidade foi contratada para produzir 1 bilhão de doses do imunizante desenvolvido pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford.


De acordo com a agência Associated Press, os bombeiros estavam apagando as chamas no anexo que estava sendo construído no complexo industrial, que fica na cidade de Pune, no sul do Estado de Maharashtra.


“Mas não afetará a produção de vacinas contra o coronavírus”, aponta uma reportagem do jornal Times of India. “As vacinas e a produção estão a salvo”, conclui.


Essa nova instalação estava sendo erguida justamente para aumentar a produção de vacinas contra a Covid-19, além de garantir que o Instituto Serum esteja mais bem preparado para outras eventuais pandemias.


Para a Associated Press, mesmo que não tenha afetado a produção e o estoque, o incêndio pode atrapalhar os planos da companhia de ampliar a fabricação de vacinas ainda neste ano.


Ibovespa


Por aqui, o mercado brasileiro inicia o pregão em leve alta de 0,24%, às 10h15 (no horário de Brasília). Além do noticiário voltado às vacinas, os investidores também seguem de olho nas expectativas de novos pacotes de estímulos à economia americana com o novo governo de Biden.


Outro ponto que chama atenção do mercado é a retirada do forward guidance pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Ontem, a entidade decidiu, por unanimidade, manter a Selic em 2% ao ano.


Com isso, o mercado pode esperar por um eventual aumento na taxa básica de juros nas próximas reuniões do Copom ao longo de 2021.