• Valemobi

IPO da Mosaico movimenta R$ 1,2 bilhão

A Mosaico, dona dos sites Zoom, Buscapé e Bondfaro, definiu o preço por ação em sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) a R$ 19,80 cada, no topo da faixa indicativa, que tinha o piso de R$ 15,40. Dessa forma, a operação movimentou R$ 1,2 bilhão.


Do total captado, R$ 578,6 milhões vão para o caixa da companhia, com a venda de 29.220.780 papéis. Já a oferta secundária contou com a distribuição de 32.142.862 ações, levantando R$ 636,4 milhões aos acionistas vendedores – incluindo a colocação dos lotes adicional e suplementar.


Em seu prospecto enviado à CVM, a Mosaico informou que usará os recursos da tranche primária para quitar o financiamento com o BTG Pactual, assim como ampliar sua participação no mercado de comércio eletrônico.


As ações da companhia serão negociadas no Novo Mercado da B3 na próxima sexta-feira (5), sob o código MOSI3.


Os coordenadores do IPO foram BTG Pactual, Itaú BBA, J.P. Morgan e Goldman Sachs.


Sobre a Mosaico


A Mosaico declara-se como a maior plataforma digital de conteúdo e originação de vendas para o comércio eletrônico no Brasil, com cerca de 705 milhões de visitas acumuladas entre janeiro a setembro do ano passado.


Durante os nove primeiros meses de 2020, teve um volume bruto de mercadorias vendidas (GMV) de R$ 2,964 bilhões, o que representa um crescimento anual de 199%.


Os principais acionistas são Pierotti (35,31%), Pacheco (27,74%), Malta (27,74%) e o atual CEO, Thiago Flores (3,87%).