• Valemobi

Lucro da BR Distribuidora cresce 110,3% no primeiro trimestre, para R$ 492 milhões

A BR Distribuidora (BRDT3) obteve um lucro líquido de R$ 492 milhões no trimestre encerrado em março de 2021, cifra 110,3% superior frente à reportada no mesmo intervalo do ano passado, quando registrou R$ 234 milhões.


O lucro veio acima do valor projetado pelos analistas da Refinitiv, que esperavam a marca de R$ 478 milhões no 1º trimestre deste ano.


Contudo, em comparação ao 4º trimestre de 2020, a companhia teve um lucro 84,4% menor. Na época, o lucro da BR Distribuidora havia sido de R$ 3,148 bilhões.


Ao longo dos três primeiros meses deste ano, a companhia destaca duas importantes transações para o portfólio de negócios da empresa, com a parceria com a Lojas Americanas para exploração conjunta do negócio de conveniência e pequeno varejo, além da compra da Targus, comercializadora de energia.


“Vemos ambas as transações com elevado potencial de crescimento e adição de valor, além de constituírem peças importantes de nossa proposta de valor aos clientes”, ressalta.


Já a receita líquida da distribuidora de combustíveis foi de R$ 26,13 bilhões no período em análise, o que representa um avanço de 23,3% ante o 1º trimestre de 2020, quando a empresa registrou R$ 21,18 bilhões. Também houve crescimento no comparativo com o trimestre imediatamente anterior, em 7,6%.


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,182 bilhão, salto de 116,9% no ano a ano.


Na comparação anual, a BR Distribuidora teve um crescimento de 1,6% no volume de vendas, principalmente em razão das maiores vendas de diesel (+9,5%), de produtos ciclo otto (+8,6%) e óleo combustível (+67,4%).


Para ver mais dados referentes ao 1º trimestre de 2021, acesse a Lâmina de Empresa da BR Distribuidora pelo TradeMap