• Valemobi

Lucro da Ser Educacional cai 7,3% no 2T20, para R$ 54,7 milhões

A Ser Educacional apresentou um lucro líquido de R$ 54,7 milhões no segundo trimestre de 2020, o que representa uma queda de 7,3% em relação ao mesmo período do ano passado.


Por outro lado, a receita líquida da companhia foi de R$ 343 milhões, uma leve expansão de 3,1% na comparação anual, quando reportou R$ 332 milhões.


Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) atingiu a marca de R$ 133 milhões entre abril e junho deste ano, cifra 8,5% superior frente ao segundo trimestre de 2019.


Em termo ajustados, o Ebitda foi de R$ 108,6 milhões, crescimento de 22,9% ante o mesmo intervalo de tempo do ano anterior. Dessa forma, a margem Ebitda passou de 26,6% para 31,7% no período.


Para o Credit Suisse, os resultados indicam uma estabilidade que foi influenciada pela incorporação da Uninorte. Sem contar essa operação, a Ser Educacional teria perdido 8,5% dos seus estudantes presenciais no primeiro semestre de 2020 no comparativo anual.