• Valemobi

Orçamento de US$ 6 tri de Biden pode gerar dívida pública recorde para os EUA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou nesta sexta-feira, 28, a proposta de orçamento de US$ 6 trilhões para o ano fiscal de 2022, que começa em outubro, para “reinventar” a economia americana.


O projeto ainda requer aval do Congresso e prevê um déficit fiscal de US$ 1,84 trilhão, recuo ante os US$ 3,67 trilhões de 2021. Se aprovado, a projeção é de que a dívida pública chegue ao recorde, a 111,8% do Produto Interno Bruto (PIB).

“Devemos aproveitar o momento para reinventar e construir uma nova economia americana, que invista na promessa e no potencial de cada americano”, ressaltou Biden em mensagem ao Congresso.

A projeção é de que o PIB do país subirá 5,2% neste ano e 3,2% em 2022.


Já para a inflação, a previsão é de que o índice de preços ao consumidor (PCE, na sigla em inglês) fique em 2,1%.


O documento ainda estima uma elevação da carga tributária para os mais ricos, com aumento do imposto corporativo, que sairia de 21% para 28%, e de ganhos de capitais, que quase dobraria, de 23,8% para 43,4%.


Além disso, a Casa Branca projeta uma queda para a taxa de desemprego, para 5,5% em 2021 e 4,1% no próximo ano.


A proposta ainda sugere uma elevação do orçamento do Serviço de Receita Interna e explicita a destinação dos recursos, sendo que US$ 1,7 trilhão será utilizado em um projeto de infraestrutura e US$ 1,8 trilhão servirá para o aumento do financiamento do Estado para educação e serviços sociais.


*Com Estadão