• Valemobi

Yduqs apresentou prejuízo de R$ 102,6 mi no 4º tri

A Yduqs (YDUQ3) apresentou prejuízo líquido de R$ 102,6 milhões no quarto trimestre, ante lucro de R$ 58,1 milhões no mesmo período de 2019, refletindo efeitos da crise criada pela pandemia com a perda de receita do programa federal Fies.


Além disso, também é reflexo da concessão de descontos e maiores provisões para perdas com inadimplência, dos impactos negativos da pandemia e de suas consequências (como manutenção de preços por ordens judiciais, despesas para atrair novos alunos e com medidas de contingência durante a crise).


Houve crescimento de 14,4% em sua receita líquida no último trimestre, a R$ 963 milhões em comparação com o ano anterior.


Este aumento refletiu sobretudo os efeitos de aquisições, como as dos grupos Adtalem e Athenas.


O segmento presencial encerrou o dezembro com 335 mil alunos, representando alta de 8,5% a/a. Excluindo o efeito dessas aquisições, a base de alunos de graduação teria reduzido 7,4% a/a, em função da queda da base de alunos FIES.


Vale mencionar que a base de alunos FIES segue caindo, com uma redução de 22% a/a.


Já a base de mensalistas fechou o ano com 270 mil alunos, um aumento de 19% a/a em relação ao mesmo período do ano anterior.


Em 2020, a receita líquida aumentou 8,1% com aquisições, para R$ 3,85 bilhões.


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia apresentou redução de 29,0% em 2020 e de 50,8% no último trimestre do ano.


O Ebitda foi impactado negativamente pelos seguintes fatores:

  • perda de R$ 302,3 milhões de receita FIES (ex-aquisições) em função da queda da base de alunos (-22% a/a);

  • aumento de R$ 215,2 milhões em 2020, das despesas comerciais (ex-aquisições), principalmente com Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) e da crise econômica decorrente da pandemia da COVID-19;

  • alta de R$ 164,3 milhões, das despesas gerais e administrativas (ex-D&A e aquisições), nas linhas de pessoal, provisão de contingência e serviço de terceiros.