• Facebook - Grey Circle
  • LinkedIn - Grey Circle

©2010-2017 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

contato@valemobi.com.br
+5511 3024-8080

January 16, 2018

April 26, 2017

April 10, 2017

March 27, 2017

December 22, 2016

November 18, 2016

Please reload

Posts Recentes

Bancos privados também restringem crédito imobiliário

25.05.2015

Movimento que foi iniciado pela Caixa Econômica Federal, banco que vem sendo o mais afetado pelos saques da poupança, foi seguido por bancos privados. A restrição de crédito imobiliário tem o objetivo de driblar a falta de aplicações na poupança, que vem sofrendo grande crise.

 

Entre as construtoras, algumas alteraram o limite de crédito, exigindo um maior valor de entrada, e outras elevaram a taxa de juros cobrados no financiamento, teve ainda quem fez ambas as mudanças.

 

O Santander (SANB4) alterou seu limite de crédito de 80% para 70%, o percentual não sofreu alteração para clientes de alta renda, chamados Select. Também elevou a taxa de juros, de 9,1% para 10,1%.

 

O Itaú (ITUB4) também alterou seu limite de crédito de 80% para 70%, e a taxa de financiamento subiu de 9,1% para 10,2%.

 

O Bradesco (BBDC4) manteve o limite de entrada, permanecendo os 70%, já a taxa de juros foi elevada para 9,8% a.a. nas linhas do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), que abrange imóveis de até R$ 750 mil, já para financiamentos acima disso, ajuste será de 9,5% a.a. para 10,3% a.a.

 

Os resgates das contas de poupança afetam diretamente o segmento, uma vez que a poupança é a principal fonte de recursos para o crédito imobiliário. Outras aplicações, como as de renda fixa, vêm tornando-se mais rentáveis, vide atual cenário, com juros bem mais atrativos.

 

As novas taxas já estão sendo aplicadas para novos contratos.

Share on Facebook
Please reload

Please reload

Arquivo