• Facebook - Grey Circle
  • LinkedIn - Grey Circle

©2010-2017 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

contato@valemobi.com.br
+5511 3024-8080

January 16, 2018

April 26, 2017

April 10, 2017

March 27, 2017

December 22, 2016

November 18, 2016

Please reload

Posts Recentes

Dilma sanciona primeira medida do ajuste fiscal, com dois vetos

17.06.2015

Hoje é um dia em que o governo está apreensivo e ao mesmo tempo, decidindo sobre mudanças nas leis previdenciárias do país. Além da votação do TCU que está acontecendo hoje, que aprovará ou reprovará as contas do governo, no radar tem a sanção da primeira medida provisória (665) feita pela Presidente Dilma Rousseff, e ainda hoje ela deve apresentar outra sanção ou veto de outra medida do ajuste fiscal.

 

A Medida Provisória 665 restringe o acesso a direitos trabalhistas, como o seguro desemprego, abono salarial e seguro-defeso. A medida aprovada foi agora convertida para Lei 13.134, porém teve dois vetos.

 

O primeiro veto foi do artigo que concedia ao trabalhador rural desempregado, dispensado sem justa causa, o direito ao seguro-desemprego se tivesse recebido salários relativos a cada um dos seis meses imediatamente anteriores à data da dispensa, além de conceder o direito ao trabalhar rural que tivesse trabalhado pelo menos 15 dos últimos 24 meses. A justificativa foi de que se aprovada, a medida demonstraria critérios diferenciados aos trabalhadores rurais se comparados aos trabalhadores urbanos.

 

O segundo veto já era esperado, até por que foi “acordado” entre o governo e senadores, o compromisso de veto integral à modificação nas regras da concessão do abono salarial, cuja alteração aumentava a carência exigida para o pagamento do benefício.

 

Essa é a primeira medida provisória do ajuste fiscal aprovada pelo governo, que visa corte nos custos do governo. Além dela, a MP 664 também passará pela mão da Presidente Dilma Rousseff, para decidir pela sanção ou veto da medida que restringe o acesso à pensão por morte e auxílio-doença.

Share on Facebook
Please reload

Please reload

Arquivo