©2010-2017 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

contato@valemobi.com.br
+5511 3024-8080

  • Facebook - Grey Circle
  • LinkedIn - Grey Circle

January 16, 2018

April 26, 2017

April 10, 2017

March 27, 2017

December 22, 2016

November 18, 2016

Please reload

Posts Recentes

Ibovespa cai puxada por pessimismo global

15.06.2015

Mais uma vez a situação da Grécia puxa o índice brasileiro para queda, o Ibovespa fechou -0,39%, a indefinição da dívida grega e o cenário doméstico atual, como a inflação acelerada, preocupam investidores.

 

No Ibovespa, os destaques negativos ficaram com a Vale, que além de ser afetada pelo fracasso das negociações gregas, viu dados ruins da China e preço do minério cair -1,35% em Qingdao e -0,8% em Tianjin, os papéis da empresa fecharam com queda de -3,88% nas ordinárias (VALE3) e -2,40% nas preferenciais (VALE5). A Bradespar que detem participação na mineradora, também ranqueia nas maiores baixas, com queda de -2,61%.

 

Quem liderou as maiores baixas hoje foi a Sabesp (SBSP3), com queda de -4,82%, depois que protagonizou uma “briga” com a Fiesp, que alega que o reajuste extraordinário feito pela estatal é ilegal, completando que o fato do governo do estado de SP e a Sabesp deixaram de fazer obras nos últimos dez anos, não pode ser motivo para penalizar a sociedade.

 

Os bancos, assim como a maioria das ações, são penalizados pela situação da Grécia e a falta de negociação do país com seus credores, além da inflação brasileira, que teve sua estimativa elevada pelo mercado, de 8,46% para 8,79%, segundo relatório Focus dessa segunda-feira.

 

O volume negociado no Ibovespa foi de 4,44 Bi. As empresas que mais negociaram em relação ao seu próprio volume, conforme nosso indicador “Δ Volume IBOV”, foram a Sabesp com 246%, liderando o ranking de maiores quedas, BR Propert (BRPR3) com 237%, a Embraer (EMBR3) com 158%, Copel (CPLE6) com 155% e Multiplan (MULT3) com 154%.

Share on Facebook
Please reload

Please reload

Arquivo