©2010-2017 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

contato@valemobi.com.br
+5511 3024-8080

  • Facebook - Grey Circle
  • LinkedIn - Grey Circle

January 16, 2018

April 26, 2017

April 10, 2017

March 27, 2017

December 22, 2016

November 18, 2016

Please reload

Posts Recentes

S&P revisa perspectiva de 30 empresas para negativa, 10 perderam valor de mercado

31.07.2015

Um dia depois de rebaixar o rating -BBB do Brasil de perspectiva estável para negativa, a Standard & Poor’s revisou ratings de 30 empresas, também de estável para negativa. Além disso, a agência manteve perspectivas e notas de créditos de 5 empresas como “estável” e de 2 empresas como negativa em ambos ratings. Há também a lista de empresas que não foram afetadas pelo rebaixamento do rating do Brasil.

 

Dentre as 30 empresas que tiveram a perspectiva rebaixada, 15 delas são listadas na Bovespa, e das 15 empresas listadas, 10 perderam valor de mercado ao compararmos janeiro e junho desse ano.

 

Abaixo, confira a lista completa das empresas que tiveram a perspectiva rebaixada de estável para negativa, em ordem alfabética:

 

  • AmBev - Companhia de Bebidas das Américas (AmBev);

  • Atlantia Bertin Concessões S.A. (AB Concessões) e suas subsidiárias, Rodovia das Colinas S.A. e Triângulo do Sol Auto-Estradas S.A.;

  • Arteris S.A. e sua subsidiária, Autopista Planalto Sul S/A.;

  • Braskem S.A.;

  • CCR S.A. e suas subsidiárias, Autoban - Concessionária do Sistema Anhanguera Bandeirantes S.A., Concessionária da Rodovia Presidente Dutra S.A., e Rodonorte Concessionária de Rodovias Integradas S.A.;

  • CESP-Companhia Energética de São Paulo;

  • Companhia de Gás de São Paulo - Comgás;

  • Companhia Energética do Ceará - Coelce;

  • Duke Energy International Geração Paranapanema S.A. (Duke);

  • Ecorodovias Concessões e Serviços S.A. e Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A.;

  • Elektro Eletricidade e Serviços S.A. (Elektro);

  • Eletrobras-Centrais Elétricas Brasileiras S.A.;

  • Globo Comunicação e Participações S.A. (Globo);

  • Itaipu Binacional;

  • Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (Multiplan);

  • Net Serviços de Comunicação S.A. (Net);

  • Samarco Mineração S.A.;

  • Tractebel Energia S.A.;

  • Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. (TAESA);

  • Ultrapar Participações S.A. (Ultrapar); e

  • Votorantim Participações S.A. e suas subsidiárias, Votorantim Industrial S.A. e Votorantim Cimentos S.A.

 

Abaixo, confira a variação do valor de mercado das 15 empresas listadas na Bovespa que tiveram perspectiva rebaixada:

 

 

Abaixo, confira a lista com as empresas que tiveram a perspectiva mantida em estável:

 

  • Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.;

  • BRF S.A.;

  • Embraer S.A.;

  • Fibria Celulose S.A.; and

  • Raízen

  •  

Abaixo, confira a lista de empresas que tiveram a perspectiva e notas de créditos mantidas em negativa: 

 

  • Natura Cosméticos S.A.; e

  • Vale S.A. e sua subsidiária, Vale Canadá Ltd.

 

As empresas abaixo não foram afetadas com a mudança no rating do Brasil:

 

  • Klabin S.A.;

  • Neoenergia S.A.;

  • Odebrecht Engenharia e Construção S.A.; and

  • Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras.

 

Informações são do site Exame.com

 

Share on Facebook
Please reload

Please reload

Arquivo