• Valemobi

IPO da Kora Saúde pode levantar R$ 1,68 bilhão

A Kora Saúde definiu nesta quarta-feira, 07, a faixa indicativa de preço na sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que será entre R$ 11,20 e R$ 15,50.


Desse modo, a operação pode movimentar R$ 1,68 bilhão, levando em conta o ponto médio da faixa, de R$ 13,35, e a venda integral do base.


De acordo com o prospecto preliminar enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta será primária (com 125.900.000 ações), ou seja, quando os recursos levantados vão para o caixa da companhia, e secundária (com 44.065.000 ações), quando os atuais acionistas vendem parte de suas fatias.


Ainda existe ainda a possibilidade de a oferta ser acrescida de um lote adicional de até 20% do total de ações inicialmente ofertado, em até 25.180.000 ativos, e um lote suplementar de até 15% do total, em até 18.885.000 papéis.


O início do período de reserva será no dia 14 de abril e terminará no dia 27 do mesmo mês.


A precificação está prevista para acontecer no dia 28 de abril.


A estreia das ações no Novo Mercado da B3 deve acontecer dia 30 de abril, negociadas sob o ticker KRSA3.


A operação é coordenada por Itaú BBA, J.P. Morgan, UBS BB, Bradesco BBI, Santander e XP.


Os recursos provenientes da ação serão utilizados para:

  • Expansão inorgânica através da aquisição de ativos (50%)

  • Ampliação dos ativos já existentes (25%)

  • Inauguração de novos hospitais (15%)

  • Expansão de outros segmentos hospitalares (10%)

Sobre a Kora Saúde


A Kora Saúde, fundada em 2010 e com sede em Cariacica (ES), é uma das maiores redes independentes hospitalares do país.


A companhia administra 10 hospitais, sendo 7 no Espírito Santo, 2 no Tocantins e 1 em Mato Grosso, com mil leitos no total.