• Valemobi

AliExpress pretende cadastrar vendedores locais na plataforma

O AliExpress pretende cadastrar vendedores locais em seu marketplace e, assim como a B2W, realizar lives commerce no Brasil, a fim de manter a expansão no país em meio à crescente concorrência, de acordo com Yan Di, principal executivo da empresa no país.

O live commerce é um modelo de vendas em que a empresa promove vídeos ao vivo para apresentar produtos e gerar engajamento de clientes e aumentar as vendas.

“Vamos investir em live commerce”, informou o executivo à Reuters.


O formato representa cerca de 10% das vendas do comércio eletrônico chinês e segue se popularizando nos mercados europeus.


A companhia deseja utilizar tais iniciativas a fim de ampliar os vínculos com os clientes no Brasil, que é atualmente um dos cinco maiores mercados do vendas do Aliexpress no mundo, visto que registrou alta de aproximadamente 130% nas vendas no ano passado.


Além das lives commerce, a companhia acentuou seus investimentos em marketing nos reality shows de grande audiência da televisão brasileira, como o “Big Brother Brasil” e “A Fazenda”, e comunicou que pretende contratar um líder de marketing no país.


O AliExpress projeta oferecer serviços financeiros no país, estendendo produtos já oferecidos, como pagamento parcelado sem juros, e implementar o cadastramento de vendedores locais em seu marketplace.


A empresa também busca uma maior eficiência logística para realizar a redução dos prazos de entrega, com o anúncio de entregas de importados em até 12 dias para clientes na cidade de São Paulo.