• Valemobi

Blau Farmacêutica encerra o pregão de estreia com alta de 2,39%

As ações Blau Farmacêutica (BLAU3), empresa que estreou nesta segunda-feira, 19, na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), fecharam o pregão com alta de 2,39%, sendo vendidas a R$ 41,10.


A oferta foi primária, ou seja, quando os recursos vão direto para o caixa da empresa, e movimentou R$ 1,26 bilhão, sendo acrescida de lote suplementar.


A operação foi coordenada pelo JP Morgan, Itaú BBA, XP, Bradesco BBI, Citi e BTG Pactual.

Seus papéis foram fixados a R$ 40,14 na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), abaixo da faixa estipulada pelos coordenadores da operação, que estava entre R$ 44,60 e R$ 50,60.


Na mínima do dia, os ativos chegaram a ser negociados a R$ 39,50.


Na máxima intradiária, os papéis atingiram R$ 41,89.


Com os recursos adquiridos na operação, a empresa pretende:

  • Expandir a capacidade produtiva e verticalização de insumos estratégicos (53,5%);

  • Realizar o pré-pagamento das debêntures da 2ª, 4ª e 5ª emissões (24%);

  • Investir em centros de coleta de plasma nos Estados Unidos (10,5%);

  • Reservar capital para possíveis aquisições (6%);

  • Pagar o restante da aquisição da Pharma Limírio (6%).


Sobre a Blau Farmacêutica


A Blau Farmacêutica é uma das principais empresas farmacêuticas da América Latina, responsável por produzir medicamentos de alta complexidade, voltados à saúde humana. Ela é especializada em produtos biotecnológicos e sintéticos para oncologia, nefrologia, hematologia, infectologia, dentre outras.


Estabelecida na cidade de Cotia, no centro metropolitano de São Paulo, a companhia conta com 5 plantas produtivas: São Paulo, Cotia (Sintéticos e Biotecnológicos), Caucaia e Anápolis, todas com equipamentos de alta tecnologia para produção, controle de qualidade.

Posts recentes

Ver tudo