• Valemobi

BNDESPar vende participação na Klabin e deixa de ser acionista da companhia

A Klabin informou ao mercado nesta sexta-feira, 28, que recebeu uma carta da BNDES Participações, braço de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), dizendo que a instituição vendeu a totalidade de sua participação na companhia de papel e celulose.


De acordo com a correspondência, a alienação das units emitidas pela Klabin ocorreu entre os dias 22 de fevereiro, quando o BNDES comunicou a redução de sua participação na companhia, até 27 de maio.


“Dessa forma, a BNDESPar deixou de ser acionista da companhia”, destacou a subsidiária na carta enviada à Klabin.


Além disso, a BNDES Participações declarou ainda que os negócios realizados não objetivam a alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da Klabin.


A instituição revelou que não foram celebrados quaisquer contratos ou acordos que regulem o exercício de direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários emitidos pela empresa de papel.


Nesta semana, durante uma palestra na CEO Conference, o presidente do banco de fomento, Gustavo Montezano, falou que o BNDES continuará em sua estratégia de vender suas participações acionárias com o objetivo de realocar o capital em atividades que gerem desenvolvimento.


No primeiro trimestre deste ano, a instituição obteve um lucro líquido R$ 9,8 bilhões, o que representa um crescimento de 78% frente aos três primeiros meses de 2020.