• Valemobi

Brasil cria mais de 401,6 mil vagas de emprego em fevereiro

O Brasil bateu recorde na criação de vagas formais de trabalho em fevereiro, com 401.639 carteiras assinadas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta terça-feira, 30, pelo Ministério da Economia.


Tal resultado está muito acima do apresentado em fevereiro de 2020. Na data, chegou a 225.648 postos.


Além disso, se sobrepõe também ao saldo do mês anterior, quando foram criadas 258.141 vagas.

A expectativa para o mês era que o saldo chegasse a 257,5 mil vagas.


Este desfecho positivo é fruto de 1,694 milhão de contratações e 1,292 milhão de desligamentos, sendo o melhor resultado para o mês na série histórica, iniciada em 1992.


O crescimento acompanhou o desempenho do setor de serviços e da indústria geral, que geraram 173.547 e 93.621 postos com carteira assinada, respectivamente.


Em âmbito nacional, a média salarial de admissão em fevereiro foi de R$ 1.727,04, uma redução de R$ 47,53 em relação a janeiro.


Dos 27 estados, três tiveram queda dos números no mês, sendo que o Amazonas teve o pior desempenho, registrando o fechamento de 625 vagas em fevereiro.


Já o estado que mais gerou vagas no período foi São Paulo, com mais de 128 mil postos.


Ao total, o saldo do Caged nos dois primeiros meses do ano é positivo, em 659.780 vagas.