• Valemobi

Cogna reverte lucro e registra prejuízo do 3º trimestre

A crise econômica provocada pela Covid-19 afetou fortemente os números do setor de educação – e com o resultado da Cogna não foi diferente. A companhia reportou queda expressiva em sua receita e Ebitda, ocasionando a reversão do lucro líquido do 3T19 para prejuízo entre os meses de julho a setembro deste ano.


A receita líquida caiu 17% na comparação anual, refletindo as pressões de receita no ensino superior e a maior incidência de descontos. A base de alunos do ensino digital acabou se elevando, pelo desempenho da unidade Platos e pelo reconhecimento das vendas ao Plano Nacional de Livro Didático (PNLD). No entanto, não foi o bastante para reverter a queda de seu faturamento.


Quando olhamos a divisão da Kroton, a receita líquida recuou 32% devido a menor base de alunos do ensino presencial, apresentando queda de 2% em relação ao terceiro trimestre de 2019.


Na Saber, houve reconhecimento de R$ 8 milhões em descontos de pontualidade, prejudicando o faturamento total da empresa.


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização recorrente registrou queda de 51%, em função da redução de receita e do aumento no volume de provisionamento no ensino superior, reflexos dos efeitos da pandemia.


Com isso, no período em análise, a Cogna reverteu o lucro reportado no terceiro trimestre de 2019 para prejuízo líquido no mesmo período deste ano, refletindo a queda do resultado operacional, a maior alavancagem financeira e a baixas contábeis nas divisões Saber e “outros”.


Em comparação com seus pares, a Cogna apresentou queda mais expressiva em sua margem líquida.


No comparativo de rentabilidade de suas ações, a Cogna continua apresentando forte queda anual (comparativo de cotação até o dia 12 de novembro).


Fonte: TradeMap Web