• Valemobi

CSN tem lucro líquido de R$ 445,9 milhões no segundo trimestre, queda de 76,4%

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) reportou um lucro líquido de R$ 445,9 milhões no segundo trimestre deste ano, um recuo expressivo de 76,4% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado, contudo, reverte prejuízo de R$ 1,312 bilhão apresentado nos três primeiros meses de 2020.


Por outro lado, a CSN informou em sua apresentação que não esperava impactos significativos em seu negócio.


“A companhia continua avaliando permanente e detalhadamente os efeitos causados pela covid-19 em seus negócios, uma vez que a partir da última semana de março as atividades econômicas no Brasil foram reduzidas drasticamente, tendo sido impostas restrições e medidas de distanciamento social com a finalidade de reduzir a circulação do vírus. Algumas dessas restrições vêm sendo gradativamente flexibilizadas pelas autoridades e a companhia não espera impactos significativos em seus negócios”, destacou.


Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 1,925 bilhão entre abril e junho de 2020, cifra 19% inferior em comparação ao segundo trimestre do ano anterior.


Entretanto, quando comparado aos três primeiros meses de 2020, o Ebitda ajustado apresentou um crescimento de 45%.


A receita líquida, por sua vez, atingiu a marca de R$ 6,221 bilhões, uma retração de 10% frente ao mesmo intervalo de tempo de 2019 e aumento de 17% ante o trimestre anterior.


Resumo dos principais números da CSN

  • Lucro líquido: R$ 445,9 milhões (-76,4%)

  • Ebitda ajustado: R$ 1,925 bilhão (-19%)

  • Receita líquida: R$ 6,221 bilhões (-10%)