• Valemobi

Dívida pública aumenta 2,75% e chega a R$ 5,1 tri em fevereiro

A dívida pública federal (DPF) do Brasil aumentou 2,75% em fevereiro ante ao mês anterior, atingindo R$ 5,199 trilhões, conforme informado nesta quarta-feira, 24, pela Secretaria do Tesouro Nacional.


No mês de janeiro, o montante era de R$ 5,059 trilhões.


DPF se trata da dívida contraída pelo Tesouro Nacional para auxiliar no déficit orçamentário do governo federal.

No período, a dívida pública mobiliária interna registrou alta de 2,68%, a R$ 4,951 trilhões.


Já a dívida externa teve acréscimo de 4,22%, para R$ 247,93 bilhões.


A reserva de liquidez do Tesouro totalizou R$ 933,22 bilhões em fevereiro, em comparação aos R$ 805,68 bilhões de janeiro.


Os títulos prefixados elevaram sua parcela na dívida pública federal, chegando a 34,36%, aumento de 0,61%.


Os títulos que variam com a Selic, representados pelas Letras Financeiras do Tesouro (LFTs), mostraram um recuo de 0,94% em relação a janeiro, mas seguem ocupando o maior percentual na dívida.


Já os papéis indexados à inflação registraram estabilidade, respondendo por 25,78% da dívida total, em comparação aos 25,98% do mês anterior.


Houve uma elevação branda da participação dos investidores estrangeiros na dívida mobiliária interna, alta de 0,16%, totalizando 9,43% em fevereiro.