• Valemobi

Dilma decide reduzir meta fiscal e fazer novo corte de gastos


A presidente Dilma foi convencida da necessidade de reduzir a meta do superávit primário, já que as perspectivas de chegar até o fim do ano com a meta atual não são boas. Além disso, foi sugerido, pelo Ministro do Planejamento, Nelson Barbora, da necessidade de novo corte de despesas no Orçamento da União, em cerca de R$ 10 bilhões.

Esses novos números constarão no relatório que será divulgado hoje.

Inicialmente, o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, era contra uma redução no ajuste fiscal, por achar que o mercado financeiro pudesse receber mal essa mudança, como forma de mais afrouxamento fiscal. Ao ser questionado ontem, após sair da reunião e conversar com jornalistas, se uma redução na meta não daria sinal negativo ao mercado financeiro, Levy respondeu: “Depende do que se faz, qual é a estratégia. Fácil, a situação não é.”, defendendo que o importante é ter uma meta “factível, possível”. Completou que a redução da meta não significa o fim do ajuste.

O ministro disse que o governo também está trabalhando para aumentar as receitas, e que irá considerar no relatório, a abertura de capital do IRB e da Caixa. “São estimativas que teremos que trabalhar, a função do governo é fazer acontecer”, completou.

A redução da meta deverá passar pelo Congresso, com base em um projeto de lei.

Informações são do Jornal Estado de São Paulo.

#Dilma #AjusteFiscal #EconomiaBrasileira #Política #Levy

Deixe sua pergunta

ao lado!

Av General Furtado Nascimento, 740, cj 60
Alto de Pinheiros
São Paulo  - SP - CEP 05465-070

 

contato@valemobi.com.br

Tel: +55 (11) 3024-8080

logo-branco.png

©2010-2020 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn

Gestão financeira inteligente - Soluções para o Mercado Financeiro - Software para gestão de investimentos