• Valemobi

Economia chinesa cresce 2,3% em 2020, desempenho mais fraco em 44 anos

Em meio a um ano turbulento causado pela pandemia de Covid-19, o Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 2,3% em 2020 em relação ao ano anterior, aponta o Escritório Nacional de Estatísticas do país nesta segunda-feira, 18, pelo horário de Brasília.


Apesar de ser um dos poucos países que conseguiram frear uma retração na economia, à medida que a pandemia gerou uma crise financeira ao redor do mundo, o índice foi o menor registrado em 44 anos, em 1976, marcado pelo último ano da Revolução Cultural que durou uma década e afetou a economia local.


No quarto trimestre do ano, a expansão do PIB foi de 6,5% sobre o período dos últimos três meses de 2019. A leitura veio acima da projeção feita pelos economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que esperavam alta de 6% nessa base de comparação.


As medidas de isolamento social aplicadas pelo governo chinês permitiram que o país contivesse o surto de Covid-19 muito mais rápido do que outras nações.


Perspectivas


De acordo com o Banco Mundial, a economia global de 2020 deve enfrentar um tombo de 4,3%. Contudo, para este ano, a projeção é de que o PIB mundial cresça 4%, enquanto o PIB da China deve subir 7,9%.

Posts recentes

Ver tudo