• Valemobi

Em última oferta do ano, Neogrid levanta R$ 486,5 milhões

A companhia de softwares Neogrid definiu na última quarta-feira, 16, a faixa de R$ 4,50 por papel em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Com isso, a empresa captou R$ 486,5 milhões, com a colocação de um lote suplementar.


Passaporte Investidor: chegou seu momento de aprender a investir no exterior com os melhores professores do mercado – e de graça! Faça sua inscrição agora


A precificação, contudo, ocorreu abaixo da faixa estimada pelos coordenadores da oferta, que variava de R$ 5,50 a R$ 7,25. Mas ainda assim ficou dentro das expectativas dos acionistas para levar a companhia à B3, disseram fontes com conhecimento do assunto ao jornal Valor Econômico.


De acordo com o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os recursos levantados na tranche primária serão destinados para fusões e aquisições, além de investimentos em pesquisa e desenvolvimento.


Já na oferta secundária, os acionistas vendedores são o fundo Zaphira e Thiago Grechi.

Os ativos ordinários da Neogrid estreiam na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quinta-feira, 17, sob o código de negociação NGRD3.


O IPO foi coordenado pelo Credit Suisse, Citi e UBS BB.


Sobre a Neogrid


Com um portfólio de mais de 37 mil clientes, como Sony e Bauducco, a Neogrid foi fundada em 1999 e atua no segmento de software, dados e tecnologia.


Nos nove primeiros meses de 2020, a empresa teve uma receita líquida de R$ 154,5 milhões e lucro de R$ 8,6 milhões.


Acompanhe o IPO em tempo real


Com o TradeMap é possível acompanhar a cotação de Neogrid em tempo real e, ainda, acessar a Lâmina da Empresa para uma pesquisa mais aprofundada de seus dados de mercado e fundamentos.


Baixe o TradeMap ou acesse a plataforma web. Clique aqui.