• Valemobi

Energisa lucra R$ 192 milhões no 4º tri, queda de 45,6%

O lucro líquido consolidado da Energisa foi de R$ 192 milhões no quarto trimestre de 2020, redução de 45,6% ante os R$ 161,3 milhões durante o mesmo período de 2019, refletindo os efeitos não recorrentes.


Excluindo esses efeitos, o lucro líquido consolidado do trimestre seria de R$ 313,3 milhões, cifra 87,2% acima do registrado no mesmo intervalo do ano anterior. Em 2020, a Energisa apurou lucro líquido de R$ 1,6 bilhão, crescimento de 204,9% no ano a ano.


Enquanto isso, a receita líquida ficou maior em 25,2%, finalizando em R$ 5,57 bilhões, ante os R$ 4,45 bilhões do mesmo período de 2019.


Esse crescimento da receita reflete o maior consumo de energia elétrica no mercado cativo e livres com alta de 5,2%, atingindo 9.877,5 GWh.


Considerando o fornecimento não faturado, o crescimento no trimestre foi de 4,5% na mesma base de comparação, atingindo 9.913,9 GWh.


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado subiu 15,7% em relação ao 4º trimestre de 2019. Esse valor foi influenciado pelos efeitos não recorrentes.


Sem esses efeitos, o Ebitda no trimestre seria de R$ 974,4 milhões, valor 53,6% acima do registrado no ano anterior, de R$ 340,1 milhões.


Além do resultado, a Energisa anunciou a distribuição de dividendos complementares no valor de R$ 0,22 por ação ordinária e preferencial ou R$ 1,10 por unit, que será pago em 30 de março. Com base na posição acionária em 19 de março, as ações passarão a ser negociadas “ex-dividendos”.