• Valemobi

Hapvida anuncia oferta subsequente e pode levantar R$ 2,6 bi

Após duas semanas do anúncio de fusão entre a Hapvida e a NotreDame Intermédica, a Hapvida (HAPV3) soltou mais um comunicado para o mercado no último domingo, 11, sobre uma oferta subsequente de ações (follow on).


A operação deve movimentar R$ 2,676 bilhões, considerando a oferta base de 133,4 milhões de ações e o valor de fechamento de mercado na B3 de sexta-feira passada, 9, de R$ 14,87.


Em nota, a companhia informou que a oferta será majoritariamente primária. Cerca de 100 milhões de ações novas emitidas para que os recursos sejam captados direto para o caixa da empresa.


Mas há também 33,4 milhões de papéis de acionistas que serão disponibilizados para negociações.


A depender da demanda, a Hapvida deixou em aberto a possibilidade de acrescentar mais 35% de um lote suplementar de: 35 milhões de oferta primária e 11,7 milhões em papéis secundários.


A precificação deve ocorrer no dia 20 de abril, após o encerramento do procedimento de bookbuilding. E as ações provenientes da oferta estrearão na B3 no dia 23 de abril.


Segundo a empresa, os recursos líquidos do follow on serão aplicados em investimentos estruturais para a Hapvida, para companhias recém-adquiridas e futuras aquisições.


A operação será coordenada pelo BTG Pactual, o Bank of America, o Itaú BBA, a XP Investimentos e o Credit Suisse.


O que é bookbuilding?


De modo resumido, o bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado.


Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital ou fazer novas ofertas deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou novas ofertas (follow on). Leia mais aqui.