• Valemobi

Hospital Care define faixa indicativa de IPO e pode movimentar R$1,1 bi

O grupo de saúde Hospital Care Caledonia definiu na quarta-feira, 31, a faixa indicativa de preço na sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), entre R$ 22,50 e R$ 28,50.


Desse modo, a operação pode movimentar cerca de R$ 1,1 bilhão, levando em conta o centro da faixa, de R$ 25,50, e a venda de integral do lote base, de aproximadamente 42 milhões de papéis.


De acordo com o o prospecto preliminar da operação, disponibilizado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta será primária, com 31 milhões de novas ações, e secundária, de até 10,8 milhões de ações.

Ainda há a possibilidade de a oferta ser acrescida de um lote adicional de até 20% do total de ações inicialmente ofertado, em 6,2 milhões de ações, e de um lote suplementar de até 15% do total, em 4,65 milhões de ativos.


A fixação do preço está prevista para acontecer no dia 20 de abril.


A estreia das ações na Bovespa deve acontecer dia 23 de abril, negociadas sob o ticker HCAR3.


A operação, que é coordenada por XP, Itaú BBA, Bank of America e BTG Pactual, terá como objetivo investir em expansão e desenvolvimento de unidades já existentes, destinar recursos para sistemas, inovação e tecnologia e realizar novas aquisições.


Sobre o Hospital Care Caledonia


A empresa, fundada em 2017 com sede em Campinas, é atualmente uma das maiores holdings de hospitais do país, apoiada pelos fundos de Private Equity Bozano e Abaporu.


A companhia conta com 5 Hubs operacionais localizados em Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Campinas (SP), Sorocaba (SP) e São José do Rio Preto (SP).


Além disso, conta com uma rede de 11 hospitais, 1.206 leitos e 24 clínicas e centros médicos.

Posts recentes

Ver tudo