• Valemobi

Ibovespa e IBrX: o que são, como funcionam e qual a diferença entre eles


Com o déficit nas aplicações da poupança e sua decrescente atratividade, muitos poupadores decidem buscar novos fundos de investimento, dentre eles, destacam-se aplicações em Letras de Crédito, como as LCIs e LCAs e no mercado de ações. Apesar de muitos acreditarem, o Ibovespa (Ibov) não é o único índice brasileiro, outro índice que também é representado por ações no mercado financeiro, mas que se diferencia em algumas características que veremos a seguir, é o Índice Brasil (IBrX).

Como funciona o Índice Ibovespa (Ibov)

Muitos confundem a Bovespa com o Ibovespa, quando na verdade o índice Ibovespa (Ibov) foi criado pela Bovespa a partir da necessidade de ter uma visão mais fiel e eficiente do mercado, na Bovespa se pode negociar ativos de mais de 300 empresas, já no Ibovespa essa quantidade é reduzida para as empresas que atendam aos seguintes critérios nos últimos 12 meses (atualmente esse índice é composto por 66 ações):

  1. Estar entre os ativos elegíveis que, em ordem decrescente de negociabilidade, representem 85% do total desses indicadores.

  2. Ter presença em pregão de 95% no período.

  3. Ter participação em termos de volume financeiro maior ou igual a 0,1%, no mercado a vista.

  4. Não ser classificado como “Penny Stock”, ativos cuja cotação seja inferior a R$ 1,00.

Ou seja, o Ibovespa é o índice formado pelas ações que possuem maior liquidez, é levado em conta o número de negócios e o volume financeiro do papel na Bovespa.

Na nova regra da Bovespa, de fevereiro desse ano, as ações "penny stocks" que já compõem o Ibovespa, tem até o dia 18 de agosto desse ano para se adequarem ao grupamento de ações, caso contrário, poderão sair da lista.

Como funciona o Índice Brasil (IBrX)

O Índice Brasil (IBrX) é ainda mais específico, além de considerar empresas que apresentem alta negociabilidade e liquidez do papel, é levado em consideração o valor de mercado das ações negociadas. Sendo assim, empresas que possuem maior valor de mercado, tendem a apresentar maior peso no IBrX.

Para integrar a carteira IBrX-100, as ações devem atender os seguintes critérios:

  1. Estarem entre as 100 melhores classificadas quanto ao seu índice de negociabilidade, apurados nos doze meses anteriores à reavaliação;

  2. Terem sido negociadas em pelo menos 70% dos pregões ocorridos nos doze meses anteriores à formação da carteira.

Subdivisão do Índice Brasil (IBrX): IBrX-100 e IBrX-50

Na origem do IBrX, quando criada em 1994, eram negociadas 100 ações, porém, no decorrer do tempo, dada a dificuldade de montar uma carteira dessa proporção, viu-se a necessidade de subdividir o IBrX em dois índices, criando no ano de 1997, o IBrX-50. As características de ambas são parecidas, o que muda no caso da IBrX-50 é a quantidade de ações que formam a carteira e o percentual de negociações exigido.

Para integrar a carteira IBrX-50, as ações devem atender os seguintes critérios:

  1. Ser uma das 50 ações com maior índice de negociabilidade apurados nos doze meses anteriores à reavaliação;

  2. Ter sido negociada em pelo menos 80% dos pregões ocorridos nos doze meses anteriores à formação da carteira.

Diferença entre o índice Ibovespa para o IBrX

Podemos fazer um exemplo hipotético para entender o que acontece com cada índice na prática – Ibovespa e IBrX. Suponhamos que uma empresa teve um problema operacional, como por exemplo, queda no preço de um determinado produto ou serviço:

No caso do Ibovespa, apesar da empresa ter tido problemas e começar a perder valor de mercado, a liquidez desse papel poderá aumentar, pois os investidores irão se desfazer dos papéis, com isso, a ação pode ganhar peso nesse índice.

No caso do IBrX, se esse problema operacional na companhia prejudicar seu valor de mercado e seus investidores começarem a se desfazer do papel, apesar do aumento na liquidez do papel, o peso da ação vai cair, já que o valor de mercado também é considerado nesse índice.

Outros índices da Bovespa

Além do Ibovespa e do IBrX, a Bovespa também possui o Índice Brasil Amplo (IBrA), que é formado por ações que possuam a soma do índice de negociabilidade em 99% no período de 12 meses, e que participe de pelo menos 95% dos pregões no período. Também possui índices mais específicos: Índices Setoriais, como o de Energia Elétrica (IEE), Industrial (INDX) e Consumo (ICON), Índices de Governança, Índices de Segmento, dentre outros.

Histórico de evolução dos Índices Ibovespa x IBrX

Na tabela abaixo é possível vermos a evolução histórica dos índices desde 1998 até o mês de maio deste ano. Notamos que o Índice IBrX-100 teve o melhor desempenho em dez dos últimos 18 anos, IBrX-50 se destacou em quatro deles, e o Ibovespa também em quatro, principalmente em 2003, quando se recuperava da queda acentuada do ano anterior.

Em 2014, enquanto a tradicional Ibovespa sofria forte queda de 15,5%, o Índice Brasil (IBrX-100 e IBrX-50) teve queda muito mais amena, de -2,78% e -2,64%, respectivamente.

FONTE: BMF&BOVESPA

O ano de 2014 foi uma "reprise" de 2002, porém, há 12 anos a diferença foi bem maior, enquanto o Ibovespa caía 17%, o Índice Brasil (IBrX-100) tinha alta de 5,7%. O que coincide nas duas épocas tão distintas, é que ambas são anos de eleições presidenciais, além de ambas lutaram frente a desvalorização do real e o cenário se repete com a economia fragilizada da Argentina. Como o Ibovespa é mais volátil e responde a situações políticas com mais instabilidade no mercado, o índice sofreu bastante impacto negativo nos dois períodos, diferente do Índice Brasil.

Comparação Ibovespa e IBrX - 2002 x 2014

​Comparação 2002 x 2014 - Ibovespa e IBrX

#Ibovespa #IbovespaOqueé #IBRX #IBrX #IBrX100 #IBrX50

Deixe sua pergunta

ao lado!

Av General Furtado Nascimento, 740, cj 60
Alto de Pinheiros
São Paulo  - SP - CEP 05465-070

 

contato@valemobi.com.br

Tel: +55 (11) 3024-8080

logo-branco.png

©2010-2020 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn

Gestão financeira inteligente - Soluções para o Mercado Financeiro - Software para gestão de investimentos