• Valemobi

Klabin reverte prejuízo e lucra R$ 421 milhões no 1º trimestre

A companhia de papel e celulose Klabin (KLBN11) conseguiu reverter o prejuízo de R$ 3,1 bilhões no 1º trimestre de 2020 para um lucro líquido de R$ 421 milhões no mesmo período deste ano.


Em nota, a empresa informou que o resultado foi influenciado pela retomada da demanda no mercado nacional e externo, o que apoiou a alta nos preços.


Por outro lado, em comparação ao 4º trimestre de 2020, o lucro líquido da companhia caiu 68%, quando havia reportado R$ 1,327 bilhão na época.


Já a receita líquida da Klabin foi de R$ 3,467 bilhões nos três primeiros meses de 2021, cifra 34% maior no comparativo anual, quando registrou R$ 2,5 bilhões. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, o crescimento foi um pouco mais tímido, na casa dos 5%.


O volume de vendas subiu na comparação ano a ano, para 909 mil toneladas, alta de 7%. Contudo, houve uma queda de 3% ante o quarto trimestre do ano anterior (941 mil toneladas).


“A concentração das paradas de manutenção anuais ao final de 2020, devido às postergações em função da pandemia da Covid-19, fez com que os produtores de celulose iniciassem o ano de 2021 com baixos níveis de estoque, enquanto a retomada da atividade econômica impulsionou a demanda. Este cenário positivo de equilíbrio entre oferta e demanda gera uma perspectiva otimista para 2021”, ressalta a Klabin em seu relatório.


Enquanto isso, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado avançou 24% no trimestre encerrado em março em relação ao mesmo intervalo de 2020, para R$ 1,274 bilhão. No entanto, sobre o 4º trimestre, o indicador registrou queda de 3%.


Para mais dados referentes ao 1T21, acesse a Lâmina de Empresa da Klabin no TradeMap Web