• Valemobi

Marfrig lucra R$ 279 milhões no 1º trimestre e reverte prejuízo

A Marfrig (MRFG3) registrou um lucro líquido de R$ 279 milhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 416% no período que reverteu o prejuízo de R$ 137 milhões apresentado entre janeiro e março de 2020.


De acordo com balanço corporativo divulgado na terça-feira, 11, após o pregão, trata-se do melhor trimestre da história da empresa, impulsionado por fortes resultados nas vendas da América do Norte e por menor custo de gado.

“O volume de abate de 6,4 milhões de cabeças no trimestre foi praticamente estável em comparação ao mesmo período de 2020. Em contrapartida, o custo de gado foi 4,8% menor comparado ao 1T20, o que levou a rentabilidade do setor a patamares recordes para um primeiro trimestre”, diz trecho do relatório.

Com isso, a receita líquida da empresa cresceu 27,7% em um ano, para R$ 17,24 bilhões. Somente na América do Norte, a alta foi de 30%, com uma receita de R$ 12,66 bilhões.


Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) nos três primeiros meses do ano foi de R$ 1,71 bilhão frente R$ 1,22 bilhão de um ano atrás, aumento de 39,7%.


O compilado da Refinitiv com projeções dos analistas apontava um lucro líquido de R$ 470 milhões para a Marfrig e um Ebitda de R$ 1,72 bilhão. Ambos os números vieram abaixo da expectativa do mercado, embora seja o melhor trimestre da empresa.


De acordo com a Marfrig, os efeitos da pandemia do novo coronavírus persistiram durante o primeiro trimestre de 2021 em diferentes estágios ao redor do mundo e impactaram de maneiras distintas a dinâmica do setor de carne bovina.