• Valemobi

Netflix registra lucro de US$ 1,7 bilhão no 1º tri

A Netflix (Nasdaq: NFLX) obteve lucro líquido de US$ 1,7 bilhão no primeiro trimestre do ano, aumento de 140% em comparação aos US$ 709,1 milhões de 2020.


Enquanto isso, o lucro por ação (LPA) foi de US$ 3,75, ultrapassando as expectativas dos analistas de um LPA de US$ 2,97.


Nos últimos três meses, a receita líquida da empresa cresceu 24,2% ante os R$ 5,76 bilhões de 2019, fechando em US$ 7,16 bilhões.


A companhia registrou 3,98 milhões de novos usuários líquidos ao redor do mundo entre janeiro e março deste ano.


Entretanto, segundo Hewson, a projeção era de 6,3 milhões de novos assinantes.


“Terminamos o primeiro trimestre de 2021 com 208 milhões de assinaturas pagas, um aumento de 14% na comparação anual, mas abaixo da nossa previsão de 210 milhões de assinaturas pagas”, disse a Netflix em comunicado aos acionistas.

De acordo com a empresa, o crescimento abaixo do esperado foi devido ao avanço da Covid-19, que gerou atrasos na produção de novas séries e filmes.


A provedora de streaming espera lucro líquido de US$ 1,8 bilhão e receita de US$ 7,3 bilhões para o segundo trimestre do ano. Além disso, espera totalizar 1 milhão de novos assinantes líquidos no período.

Apesar do resultado positivo, o mercado não reagiu bem ao balanço.


As ações da empresa fecharam em queda de 11,53% no pregão desta terça-feira, sendo vendidas a US$ 490,50.


Na máxima diária, chegaram a ser negociadas a US$ 563,39. Na mínima, foram cotadas a US$ 488,90.