Fale com nossos especialistas

Av General Furtado Nascimento, 740, cj 60
Alto de Pinheiros
São Paulo  - SP - CEP 05465-070

 

contato@valemobi.com.br

Tel: +55 (11) 3024-8080

logo-branco.png

©2010-2020 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn

Gestão financeira inteligente - Soluções para o Mercado Financeiro - Software para gestão de investimentos

  • Valemobi

Parlamento aprova pacote de medidas; Bolsas mundiais reagem otimistas


Enquanto na praça de Atenas algumas reações são de protestos e vandalismos, no mercado financeiro a reação é positiva. As principais bolsas mundiais seguem otimistas à aprovação do pacote de austeridades exigidas para o resgate da Grécia e sua permanência na zona do Euro.

O parlamento grego aprovou com 229 votos a favor e 64 contra. A maioria que votou a favor é da oposição, enquanto todos os parlamentares do partido Seryza votaram contra o pacote de resgate. Em discurso no parlamento, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, voltou a dizer que assinou um acordo em que não acredita para evitar uma “tragédia”.

Ministros do Eurogrupo já ne reúnem nessa quinta-feira com o propósito de ampliar créditos de emergência para que a Grécia pague o Banco Central Europeu e a parcela atrasada ao FMI.

Uma das principais preocupações agora é com o ultimato do FMI, a autoridade disse que não irá ajudar no financiamento do plano de resgate da Grécia caso uma parte da dívida grega não seja cortada, o que para a chanceler alemã, Angela Merkel, é tudo que ela não quer.

Os bancos, que estão fechados há três semanas, seguem como uma das principais preocupações. Esse é um problema que deverá ser solucionado de imediato com o auxílio do empréstimo-ponte que está sendo discutido hoje pelo Eurogrupo, de 7 bilhões de euro.

As principais bolsas mundiais responderam otimistas às notícias na Grécia, nessa manhã o índice DAX segue com alta de 1,93%, Eurotoxx 50 tem alta de 1,80%, CAC 40 sobe 1,78%, FTSE 100 sobe 0,65%.

#CrisenaGrécia #GréciaFMI #DívidaGrega #AcordoGrécia #DívidadaGrécia #Grécia #AlexisTsipras