• Valemobi

Projeção para PIB da Zona do Euro sobe para 4,3% em 2021

As principais projeções econômicas para a Zona do Euro foram elevadas pela Comissão Europeia, informou o órgão para o Estadão nesta quarta-feira, 12. A previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) é de crescimento de 4,3% em 2021 e 4,4% em 2022, após a queda de 6,6% registrada em 2020.


Na atualização anterior, a Comissão esperava por uma expansão de 3,8% em cada um dos dois anos.


Para a União Europeia (UE) como um todo, a expectativa é de que o PIB suba 4,2% neste ano e 4,4% no próximo.


Conforme acontece o avanço da vacinação contra o coronavírus, as restrições à mobilidade são reduzidas em vários países, renovando as expectativas de recuperação da economia da UE.

“O ritmo mais acelerado de vacinação nos últimos meses deve permitir que as restrições sejam amenizadas ainda mais no segundo semestre – na verdade, isso já está em andamento – e, assim, permitir que a economia se recupere”, disse Paolo Gentiloni, chefe de Economia da UE, em uma conferência de imprensa, em Bruxelas.

A estimativa para inflação na zona do euro também aumentou, saindo de 1,4% para 1,7%. Para 2022, foi mantida a 1,3%.

“A inflação deve atingir o pico este ano sob o impacto de alguns fatores transitórios, como o forte aumento dos preços do petróleo. No entanto, deve moderar-se novamente em 2022″, afirmou Gentiloni.

Já a taxa de desemprego deve crescer para 8,4% neste ano e recuar para 7,8% em 2022, enquanto a dívida ficará em 102,4% do PIB no exercício atual e 100,8% no próximo.


De acordo com o jornal, os riscos ao cenário econômico permanecem elevados e seguirão desse jeito enquanto a covid-19 pesar sobre a atividade.


O documento destaca que os desdobramentos da vacina contra a Covid-19 podem ser piores ou melhores do que o quadro previsto, dependendo do ritmo de imunização e da eficácia da mesma.