Fale com nossos especialistas

Av General Furtado Nascimento, 740, cj 60
Alto de Pinheiros
São Paulo  - SP - CEP 05465-070

 

contato@valemobi.com.br

Tel: +55 (11) 3024-8080

logo-branco.png

©2010-2020 - Valemobi Consultoria Empresarial S/A.

Todos os Direitos reservados.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn

Gestão financeira inteligente - Soluções para o Mercado Financeiro - Software para gestão de investimentos

  • Valemobi

Queda da bolsa de Xangai em 8% pressiona índices asiáticos


A bolsa de Xangai despencou -8,48% após dados fracos das grandes empresas industriais da China, essa foi a maior baixa desde fevereiro de 2007. E o movimento foi seguido por todas as bolsas asiáticas, Hang Seng caiu -3,09% e Nikkei -0,95%.

O dado que indicou a contração na produção do país, foi o índice PMI (Índice Gerente de Compras), que ficou em 48,2, abaixo de 50, que é o limite do sinônimo de contração.

Para contribuir com a má notícia, a apreensão do mercado mundial para a reunião do Federal Reserve se junta ao pessimismo dos dados apresentados pelo país. Só no início de junho, as bolsas da Ásia recuaram quase 6%, devido às incertezas por conta das baixas no mercado chinês e a novela da saída ou permanência da Grécia no Eurogrupo.

A queda da bolsa de Xangai nessa segunda-feira atingiu principalmente empresas de corretagem, que chegaram a perder até 10%, como a Industrial Securities e Dongxing Securities, atingindo o máximo possível em um dia de cotação. Empresas no setor de estradas também despencaram 10% como a Hubei Chutian Expressway e Shandong Hi-speed.

O índice Nikkei recuou 0,95%, a 20.350 pontos. HANG SENG caiu 3,09%, a 24.351 pontos. SSEC perdeu 8,48 %, a 3.725 pontos. KOSPI teve desvalorização de 0,35%, a 2.038 pontos. TAIEX registrou baixa de 2,41%, a 8.556 pontos. STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,17%, a 3.313 pontos. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,43%, a 5.589 pontos.

#Shangai #Xangai #Ásia #China