• Valemobi

Queda nas vendas do varejo é a maior desde 2000; Governo enfrenta dificuldades na aprovação do ajust


Foi divulgado hoje, o indicador que mostra o desempenho das vendas do varejo no Brasil, já é a sexta vez consecutiva de recuo. A queda em julho, na comparação com junho, foi de 1%, a maior para o mês desde 2000, quando teve início da série histórica do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Se compararmos com o mesmo período de 2014, a queda é ainda maior, de 3,5%. Em 2015, as vendas acumulam queda de 2,4%. Nos últimos 12 meses, a queda é de 1%. Só de novembro de 2014 até agora, as vendas do comércio varejista recuaram 7,2%.

Dificuldade do Governo em aprovar ajuste fiscal

O Governo tem enfrentado um problema que pode pôr a perder todo o esforço dos últimos dias, depois de diversas reuniões com os ministros, a Presidente Dilma Rousseff já vem sofrendo resistências por parte da Câmara dos Deputados e até do Senado, para a implantação dos ajustes apresentados na última segunda-feira, pela equipe econômica do país.

Na noite de terça-feira, o ministro Joaquim Levy se pronunciou sobre a dificuldade de implementação das medidas, pedindo que o Congresso Nacional assuma a responsabilidade em relação ao ajuste fiscal. “O governo fez propostas de como colocar o Brasil na rota do crescimento, mas elas só virarão lei se forem votadas nas duas casas”, completou o ministro.

#Orçamento2016 #Varejo #Vendas