• Valemobi

Reservas do FMI vão ser elevadas para financiar alívio à pandemia, diz agência

As nações que fazem parte do G7 concordaram em aumentar as reservas do Fundo Monetário Internacional (FMI) em cerca de US$ 650 bilhões por meio de uma alocação de Direitos Especiais de Saque do fundo. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, 17, pela agência de notícias japonesa Kyodo.


De acordo com a agência, o aumento das reservas será utilizado para financiar um pacote de estímulos às economias emergentes atingidas pela pandemia de Covid-19.


Sem citar fontes, a Kyodo informou que os líderes financeiros dos países do Grupo dos Sete vão assinar o acordo em uma reunião online que será realizada na sexta-feira desta semana.