• Valemobi

Santander tem lucro recorde de R$ 4 bilhões no 1º trimestre de 2021

O Santander Brasil (SANB11) registrou lucro líquido gerencial de R$ 4,012 bilhões no primeiro trimestre de 2021, de acordo com resultado divulgado nesta quarta-feira, 20. O valor representa uma alta de 4,1% na comparação anual e um avanço de 1,4% frente ao trimestre imediatamente anterior, quando registrou lucro de R$ 3,958 bilhões.


Com isso, o resultado é recorde e veio acima do esperado pelos analistas, que projetavam um ganho de R$ 3,804 bilhões. De acordo com o Santander, o resultado alavancou com um ganho de R$ 1,032 bilhão com reversão de 100% das despesas de amortização de ágio.


Já o lucro líquido societário do banco ficou em R$ 2,816 bilhões entre janeiro e março, cifra 25,4% menor do que o mesmo período de 2020 e 27% inferior ao quarto trimestre do ano passado.


A receita com prestação de serviços e tarifas bancárias atingiram R$ 4,852 bilhões, com queda de 5,5% no trimestre e alta de 8,2% no ano.


Em termos de despesas, os valores gerais totalizaram R$ 5,266 bilhões, com baixa de 5,2% no trimestre e queda de 0,5% no ano. Enquanto os gastos com provisões para devedores duvidosos (PDD) ficaram em R$ 3,161 bilhões, alta de 9,7% ante o trimestre anterior e baixa de 7,7% na comparação anual.

“Em março registramos uma ótima dinâmica de negócios, com recorde de produção em diversos produtos, como consignado, venda de cartões de crédito, financiamento de bens & consumo, entre outros”, diz o presidente do banco, Sérgio Rial.

Outros números do balanço


A carteira de crédito do terceiro maior banco do país cresceu 12,2% no trimestre, alcançando R$ 424,7 milhões.


O índice de eficiência do banco também caiu de 37,2% em 2020 para 35,2% em 2021. Já o índice de inadimplência (acima de 90 dias) obteve queda de 0,9% nos primeiros três meses do ano, ficando em 2,1%.


O número de agências diminuiu no período, de 2.259 passou para 2.119.


Enquanto isso, o retorno sobre o patrimônio (ROE) do banco ficou em 20,9% entre janeiro e março – mesmo número registrado no trimestre anterior e valor abaixo dos 22,3% apresentado no primeiro trimestre de 2020. O Índice de Basileia ficou em 15,2%, de 15,3% e 13,8%, na mesma base comparativa.


Vem dividendos por aí


O Santander Brasil vai pagar R$ 3 bilhões em dividendos, de acordo com comunicado feito na terça-feira, 27. Serão R$ 2,8 bilhões em dividendos intercalares e R$ 200 milhões em intermediários.


A diferença entre um provento e outro é a data usada como referência. Enquanto os dividendos intercalares têm como base o balanço de 31 de março de 2021, os intermediários usam de referência os números de 31 de dezembro de 2020.


Os valores serão os mesmos para ambos os dividendos, com diferença apenas na categoria dos ativos. São eles:

  • Ação ON: R$ 0,382980827307300000

  • Ação PN: R$ 0,421278910033900000

  • Unit (corresponde a uma ação ordinária e uma preferencial): R$ 0,804259737341200000

Tem direito aos dividendos os acionistas inscritos nos registros do banco até o final do dia 7 de maio de 2021. Os proventos serão pagos a partir do dia 2 de junho de 2021.

Posts recentes

Ver tudo