• Valemobi

Setor de serviços avança 1,7% em outubro, informa IBGE

Em outubro, o setor de serviços cresceu 1,7% na comparação com setembro deste ano, sendo o quinto resultado positivo consecutivo. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta sexta-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Com a leitura atualizada, há um acúmulo de alta de 15,8% no período. Porém, o resultado ainda é insuficiente para compensar as perdas de 19,8% entre os meses de fevereiro a maio, geradas no auge da pandemia de Covid-19.


O volume de serviços prestados se encontra 16,6% abaixo do recorde histórico atingido em novembro de 2014 e 6,1% inferior em relação a fevereiro deste ano.


Já em relação a outubro de 2019, o setor de serviços retraiu 7,4%, registando a oitava taxa negativa seguida nessa linha de comparação. No ano, a queda foi de 8,7% e, nos últimos 12 meses, o tombo chegou no patamar de 6,8%.


De acordo com o IBGE, na passagem entre setembro e outubro, quatro das cinco atividades pesquisadas cresceram, com destaque para o grupo de informação e comunicação, com expansão de 2,6%.


Apenas o setor de outros serviços registrou taxa negativa nessa comparação, de -3,5%, devolvendo parte do ganho de 19,2% acumulado nos últimos quatro meses.

Já no acumulado de janeiro a outubro de 2020, o grupo de outros serviços (6,4%) foi a única contribuição positiva.


“O setor se encontra acima do patamar de fevereiro, antes dos efeitos da pandemia. Essa atividade vem sendo impulsionada, principalmente, pelo aumento das receitas das empresas que atuam nos segmentos de corretoras de títulos, valores mobiliários e mercadorias, além de administração de bolsas e mercados de balcão organizados”, comenta Rodrigo Lobo, gerente da PMS.