• Valemobi

Tensão entre EUA e China faz dólar subir

Apesar de ter encerrado a última semana em queda, a moeda norte-americana volta a ter forte valorização contra o real nesta segunda-feira, 4. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que acusa a China de ser a principal culpada pelo novo coronavírus, ameaçou retaliar o país com novas tarifas comerciais.


Além disso, outro fator que mexe na alta da moeda americana é a instabilidade política brasileira. Por volta das 14h15, o dólar comercial crescia 2,6% e era vendido por R$ 5,581, enquanto o dólar turismo tinha expansão de 1,2%, cotado a R$ 5,80.


Com as recentes declarações de Trump, a disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo foi reacendida, aumentando a insegurança dos investidores sobre o futuro em conjunto com a crise financeira provocada pela pandemia de Covid-19.


Por aqui, o principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa, registrava queda de mais de 3% no pregão desta segunda-feira. Acompanhe a cotação de todos papéis brasileiros e norte-americanos com o TradeMap.

#China #Dólar #EUA #Ibovespa