• Valemobi

Tesouro Direto volta a registrar captação em abril

O Tesouro Direto tornou a reportar vendas superiores a resgates em abril, com uma captação líquida de R$ 613,4 milhões, após uma série de quedas desde dezembro de 2020.


Este montante é resultado de R$ 2,17 bilhões em vendas e R$ 1,55 bilhões em resgates (sendo que R$ 1,53 bilhões são relativos a recompras e R$ 26,3 milhões, a vencimentos) no mês em análise


Apesar do saldo positivo do mês, ainda existe um resgate líquido acumulado de R$ 886,6 milhões em 2021.


Os títulos mais demandados pelos investidores foram os corrigidos pela inflação (IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que representaram uma participação de 42,7% nas vendas.


Em seguida, foi o título indexado à Selic (Tesouro Selic), que correspondeu a 36,5% do total. Por fim, os prefixados, com 20,8%.


Em relação ao prazo de emissão, as vendas de títulos com prazo entre 5 e 10 anos (vencimentos intermediários) lideraram a preferência dos investidores, representando 48,9% do total.


Já os títulos de curto prazo (entre 1 e 5 anos) ocuparam o segundo lugar, com 35,8% de participação.

Por fim, as vendas de títulos de longo prazo (acima de 10 anos) no Tesouro Direto corresponderam a uma fatia de 15,3%.


Estoque


Em abril, o estoque do Tesouro chegou a R$ 63,92 bilhões, um crescimento de 1,7% sobre o mês anterior, de R$ 62,83 bilhões, e elevação de 6,1% no comparativo anual (R$ 60,24 bilhões).


Os títulos remunerados por índices de preços correspondem ao maior volume no estoque, de 54,2%, seguidos pelos títulos indexados à taxa Selic, de 25,7%, e pelos títulos prefixados, de 20,2%.


Em relação aos prazos, somente 1,4% dos títulos do estoque vencem em até 1 ano. A maior parte (57,8%) é composta pelos títulos com vencimento entre 1 e 5 anos.


Os títulos com prazo entre 5 e 10 anos, por sua vez, respondem por 16,2% do total, enquanto os de vencimento acima de 10 anos, por 24,5%.


Investidores


No mês em análise, houve o cadastro de 357.926 novos participantes no Tesouro Direto, gerando um total de 10.643,707 investidores, uma variação de 57,2% nos últimos doze meses.


Enquanto isso, o número de investidores ativos chegou a 1.503,720, um acréscimo de 23.915 novos investidores ativos, aumento de 20,6% nos últimos doze meses.