• Valemobi

Vendas no varejo sobem 0,9% em outubro, informa IBGE

Em outubro, as vendas no comércio varejista cresceram 0,9% em relação à leitura de setembro, mostrou a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta quinta-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Essa é a sexta taxa positiva consecutiva desde maio, aponta a entidade. Com isso, o patamar do varejo bateu recorde pela terceira vez seguida, ficando 0,9 ponto percentual acima de setembro e 8% superior a fevereiro, no nível pré-pandemia.


De acordo com o consenso Bloomberg, a expectativa era de que as vendas no varejo subissem apenas 0,1% na base mensal, após alta de 0,6%.


Já em relação a outubro do ano passado, o comércio avançou 8,3%, alcançando a quinta taxa positiva consecutiva e a maior para um mês de outubro desde 2012, quando reportou crescimento de 9,2%.


“Depois de quedas muito expressivas em março e abril, o varejo vinha em trajetória de crescimento, porém em ritmo de desaceleração. Esse resultado de outubro mostra um repique para cima, que precisamos ter cuidado para avaliar como uma retomada da aceleração. No mínimo, mostra um fôlego da economia num patamar que já estava alto”, analisa o gerente da PMC, Cristiano Santos.

Entre as oito atividades pesquisadas, sete tiveram taxas positivas na comparação com setembro:

  • Tecidos, vestuário e calçados (6,6%)

  • Livros, jornais, revistas e papelaria (6,6%)

  • Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (3,7%)

  • Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (2,3%)

  • Outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,9%)

  • Combustíveis e lubrificantes (1,1%)

  • Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,6%)

Apenas o setor de móveis e eletrodomésticos apresentou queda de 1,1%.


No segmento de varejo ampliado, que inclui veículos, motos, partes e peças e material de construção, o volume de vendas cresceu 2,1% no mês a mês, sendo a 6ª variação positiva seguida.